Perceba Quem Você É… Antes de Divulgar Sua Imagem

Perceba Quem Você É… Antes de Divulgar sua Imagem

A percepção de quem você é pode transformar tudo à sua volta, inclusive seu interior.

Pense: ao longo da caminhada – quando recebeu o apoio de alguém – foi pelo fato dessa pessoa ter percebido quem você era de fato.

Percepção

Entrar em sintonia com a realidade que somos nos eleva a patamares jamais sonhados.

Como perceber-se?

Pratique o Silêncio.

 

Comece com 2 minutos ao acordar e 2 minutos antes de dormir:

Quando acordar, use seus 2 minutos para equilibrar a respiração, pois se for torácica, é sinal que acordou tenso.

Aproveite esse tempo para agradecer o que tem. Pesquisas recentes revelaram que pensamentos de gratidão reforçam o bem-estar e atitudes positivas, incluindo as mentais.

Treinamento

Antes de adormecer, treine seus 2 minutos para pensar sobre seus triunfos no dia que passou, mesmo que lhe pareçam insignificantes, como “Consegui tomar café com calma, sem sair atrasado para o trabalho”, “Consegui deixar as crianças na escola sem correria”, “Consegui ficar meia hora sem olhar no celular” e assim por diante.

Após uma semana praticando o silêncio reflexivo, experimente o silêncio meditativo.

Essência Natural

 

Veja-se no alto de uma montanha e imagine seus pensamentos, pessoas e afazeres como moradores da vila, lá em baixo. Deixe que passem até que a mente não precise mais buscar por nenhum deles. Apenas aprecie a paisagem…

Treine parar 2 minutos antes de iniciar qualquer tarefa, para perceber e ajustar seu estado mental com a realidade externa. Não com a função de esponja, mas para ter a atitude interna alinhada com a externa.

Uma técnica do Método Feldenkrais – um ramo da Fisioterapia desenvolvido inicialmente em Israel e nos EUA – ensina a apertar o tórax, para enviar uma mensagem ao sistema nervoso que a respiração deve ser abdominal. É uma ferramenta que pode ajudar muito pessoas ansiosas ou em situações que provocam ansiedade.

A prática do silêncio e de técnicas que acalmam a respiração contribui para o reencontro com a nossa essência natural, porque se a ansiedade nos faz mal, significa que devemos procurar um estado que nos faça bem.

Silêncio

 

Ter a percepção clara de si mesmo beneficia:

  1. Nosso poder Criativo: amplia o potencial para ter ideias originais, através da mente relaxada;
  2. Nossa capacidade de Discernimento: ter a percepção adequada em cada momento ativa o poder de decisão;
  3. Nossas habilidades são potencializadas: cada um tem seus dons especiais e quando a pessoa está estressada não consegue acessá-los. Esses dons nos dão o prazer da recompensa e das conquistas;
  4. Empoderamento: a Auto Gestão é Essencial para a Vida: pessoal, profissional e social, pois marca a nossa presença no mundo;
  5. Independência Emocional: não importa o que aconteça você está ancorado no seu potencial criativo e a criatividade serve também para transformar situações difíceis em episódios interessantes, onde podemos enxergar outros prismas e extrair novos aprendizados;
  6. AutoCoaching: uma vez identificado quem você é, os próximos passos ficam mais fáceis para planejar suas ações:
  1. Qual a sua principal Missão?

DNA Essencial

2. Quais são seus Papéis?

AutoCoaching

3. Onde é o Seu Lugar?

Empoderamento

Aproprie-se de si mesmo e converta sua realidade em poucos dias para as conquistas que almeja.

Construa seu Marketing Pessoal a partir da informação do seu “DNA Essencial” – aquele que é Você!

 

Autoria / Edição – Rosana Rocha

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Novo Desafio

Provérbio Árabe

Olá, estou escrevendo um livro sobre Desenvolvimento Pessoal e para ajudar melhor as pessoas com este conteúdo:

Peço a gentileza de doar apenas 2 minutos de seu tempo.

Assim que o livro estiver finalizado enviarei os 2 primeiros capítulos gratuitamente para você!

Por favor, envie sua resposta para o endereço: rosanasfrocha@gmail.com

Agradeço sua disposição em colaborar!

Basta clicar no link abaixo para acessar: são apenas 3 perguntas.

Desenvolvimento Pessoal Quest. Pesq.

Seja Seu Próprio Líder

O Líder Em Mim

Reflexão – O Líder em Mim

Ken O´Donnell sugere que realizemos uma avaliação mensal de nossa performance interna, ou seja, como administramos nós mesmos:

Variáveis

A – Habilidades: 1. Planejar;  2. Motivar;  3. Implementar;  4. Comunicar.

B – Atitudes: 1. Agir com ética;  2. Manter consideração em relação aos colaboradores;  3. Servir como exemplo;  4. Cultivar a disciplina.

C – Conhecimento: 1. De si mesmo; 2. Conhecer os colaboradores; 3.  Atualização profissional;  4. Tarefas e responsabilidades específicas.

Valores:

Nota 1 – Péssimo

Nota 5 – Regular

Nota 10 – Perfeito

Para refletir sobre seu progresso, atribua-se uma nota nos valores de 1 a 10 para cada tópico descrito.

O autor sugere que esse processo seja realizado durante um semestre e enumera alguns passos para que possamos desenvolver o nosso líder interior:

  1. Equilibre a sua Visão – observe: o que as situações “solicitam”, também as necessidades alheias, além de seu ponto de vista;
  2. O passado deve ser esquecido, Deixe-o no passado;
  3. Observe ao redor e Torne-se um observador que não julga;
  4. Reflita sempre sobre seu valor, sua especialidade;
  5. Reconheça que precisa buscar os potenciais latentes;
  6. Verifique o alinhamento de suas ações com seu propósito de vida.

Fonte: Ken O´Donnell – Valores Humanos no Trabalho – 3ª. Edição.

Capítulo 10 – Ser Líder.

Edição – Rosana Rocha

Escrever…

DSC07803

Escrever…

                                       Rosana Rocha 

                                                       

Para o autor que escreve,

É muito mais do que redigir, compôr, narrar…

É acima de tudo criar…

A criação é o resultado: da minha essência e a do mundo,

Da equação – experiência versus aprendizado,

Do casamento da razão e do sentimento profundo,

Dos fatos de hoje e as memórias de um passado.

Mas, não é só… Escrever é poder!

Não o que impõe ou domina, é aquele que ouve e aproxima.

Desenvolver e compartilhar, envolver, influenciar…

Isto é escrever…

Simplesmente doar…

Mas, mais que dizer ou contar;

Ou por meio da escrita representar ou expressar,

Mais que descrever, informar ou comunicar,

Escrever para o escritor – é um ato sem par.

Escrever é uma…Conquista das almas leves

Que pousam nos ombros do mundo

E aproveitam as horas breves,

Semeando em solo fecundo…

Fazem brotar em si, a semente,

E, depois: a flor – oferecem pra toda gente!

É a obra terminada ou não

Enxertada de tudo isto e muito mais…

Assim é escrever…

É chorar, é rir, é amar, é aplaudir,

E acima de tudo… Viver.

Rosana Rocha 19/03/2014 22:26h

Sobre o Processo Criativo

PedrasVocê já ouviu falar do Join Up? Sabe improvisar? Usa sua Criatividade de fato?

Stephen em seu livro “Ser Criativo” afirma que todos somos improvisadores, a começar da fala e que a criação instantânea é “fisiológica”. Quando desdobramos nossa consciência, percebemos o que várias tradições afirmam: nos afazeres do cotidiano podemos experimentar momentos de inspiração.

Para o autor, “roteirizar o futuro” bloqueia o novo, mas manter “olhos e ouvidos abertos” e seguir o fluir das situações, pode colocá-lo diante de surpresas destinadas só a você. “A fidelidade ao momento presente exige uma contínua entrega”… “Improvisar é aceitar, a cada respiração, a transitoriedade e a eternidade” – são palavras sábias do autor em que podemos refletir sobre nossas realizações pessoais e o inesperado futuro que renova a criação; ambos fortalecem em nós a confiança para seguir uma vida criativa.

Observar o “agora” para capturar a inspiração criativa é estar atento às experiências atemporais. A habilidade que precisamos treinar é a de manter essa inspiração por quanto tempo for necessário.

Observando o momento presente, Monty Roberts captou a comunicação entre os cavalos e descobriu o Join Up (construção do relacionamento de parceria e confiança). Aos dez anos de idade, ele ficava no deserto para encontrar cavalos selvagens para doma e dessa observação e “presença de espírito” contínuos, criou a grande transformação de sua vida.

Para Subirana (2012), a Criatividade Pessoal nos ajuda a enxergar além das aparências e do ilusório. Essa Criatividade parte da observação, curiosidade e descobertas e indica a Introspecção para evitar distrações e compreender a força criativa inata que estimula nosso intelecto. Mas, a autora completa: “A vida é para ser sentida, não para ser pensada…”

Foi gratificante estimular a imaginação dos leitores a partir da última postagem em que coloquei uma imagem. Sim, é uma caixa de surpresas, mistério, como comentou um dos leitores…

É nossa mente, trabalhando no presente, criando, focando em nossos arquétipos e experiências, porém quando damos “asas à imaginação”, saímos da rotina e criamos um novo horizonte, um novo jeito, uma possibilidade…

A imagem é de um resto de chocolate quente que tomei numa cafeteria com uma amiga, enquanto minha filha estava na Escola de Artes. Fotografei e disse mais ou menos assim para ela: “Nunca se sabe as surpresas que uma imagem pode causar”!

Saudações a todos,

Rosana Rocha 15/03/2014 16h

Referências Bibliográficas

NACHMANOVITCH, Stephen. Ser Criativo. São Paulo: Summus, 1993, 189p.

SUBIRANA, Miriam. Criatividade Para Reinventar Sua Vida. Rio de Janeiro: Vozes, 2012, 252p.

MOREIRA, Eduardo. Encantadores de Vidas. 4. ed. Rio de Janeiro: Editora Record, 2012, 254p.

Poema sobre a Ação

De Criança…???????????????????????????????

Eu sou como o destino,

Estou na palma da mão…

Serenidade ou desatino,

Bem consciente ou não.

Sou advogado ou promotor

Que defende ou condena,

A fé é meu motor,

A consciência, minha antena.

Escrevo palavras no mundo

E as gravo para sempre…

Vivo saudável ou moribundo

Isto depende da mente.

A esperança me abastece

O tempo me corrige…

A experiência fortalece

A vida – no trabalho que exige.

Assim, sou a ação:

Ponderada – sou poder,

Impensada – sou reação,

Registrada – sou o ser.

Quando criança – aprendi:

Que aprender é vir a ser…

Quando fazendo entendi,

Que o ser aprendendo – é viver.

 

Sou a ação,

Prazer em conviver!

Este trabalho foi escrito para o “PRÊMIO INTERNACIONAL DE POESIA PALAVRA IBÉRICA 2008” com o título da obra “PÁSSARO AZUL”, sob o pseudônimo: Mathilda Mirra.

 

Marketing Pessoal

Marketing Pessoal

Uma vez identificada sua especialidade (para compreender melhor esse conceito, acesse: http://www.brahmakumaris.org/brazil) e praticada a ação de separar os papéis, então, o primeiro passo já foi concluído!
É preciso dizer: “Eu já estou lá!” e não “Eu vou para lá”.
Lá é o local em que quase todos querem estar: realizados, felizes, prósperos…
A especialidade diz respeito a uma particularidade especial que só você tem, não há como copiar. Pode ser de leveza, alegria, altruísmo, força com uma pitada de você! Aquele elemento especial que é a sua marca, o seu Marketing.
Não se trata de Marketing comercial, mas do Mk. criativo, sensível que está latente dentro de cada um de nós. A nossa marca, aquela que deixamos no mundo.
Os papéis são os que movimentam nossas moléculas como pais, profissionais, motoristas, vizinhos… São personagens que interpretamos no palco da vida.
Mas a nossa essência, é o nosso Marketing – representa o que Somos.